Pular para o conteúdo

Diferença gigante

 

Não tem jeito. Por mais que Palmeiras, Flamengo ou Atlético Mineiro tropecem, como neste final de semana o Galo contra o Coritiba e o Flamengo frente ao Athético, ou ainda o Palmeiras na rodada inicial contra o Ceará, na hora dos clássicos a diferença aparecerá. No caso do Palmeiras então, chega a ser gigante. É verdade que perdeu recentemente por 3 a 1 para o São Paulo, mas depois fez o que quis na final do Campeonato Paulista. E ontem contra o Corinthians sobrou outra vez.

Palmeiras, Flamengo e Galo estão com dinheiro e administração. Os outros ficam correndo de um lado para o outro sem diretrizes claras. Contratam a esmo, sem qualquer lógica e gastam fortunas sem resultados práticos. Não há porque iludir os torcedores. Há somente três times grandes neste momento no país. E um deles levará o título nacional.