Pular para o conteúdo

Gomez e seus meninos

 

 

 

O Palmeiras trouxe um ótimo empate do Paraguai. Não foi uma partida espetacular, mas longe de existir injustiça. Mesmo sem levar muito perigo e ter na maior parte do tempo pressão do Guarani, a equipe soube administrar as adversidades e especialmente enquanto os meninos estiveram em campo, levou perigo nos contra ataques.

E no sistema defensivo Gustavo Gomez foi um monstro impedindo o gol paraguaio nos momentos mais difíceis. Numa jogada no final da partida fez um conta luz de alto risco, embora com enorme consciência, evitando um gol que, provavelmente, quebraria a invencibilidade na Libertadores.  Empatar fora sempre é bom e a classificação está quase garantida.