Pular para o conteúdo

Vitória de Campeão

Vitória de Campeão

Foto Gazeta Press

santos-x-palmeiras-brasileirãoGanhar na Vila não é fácil, mesmo diante de um Santos tão fraquinho. O primeiro tempo foi sonífero. O Santos foi melhor, mas o Verdão criou mais chances de gol. A defesa do Peixe que já é horrível, perdeu George Lucas e Fabão, os melhores da zaga. Imagino a cara do Luxemburgo olhando para o banco de reservas.

No segundo tempo, o jogo pegou fogo. Aos 9′, Luisinho marcou. Logo depois, Neymar teve chance de ampliar. Aos 18′, Diego Souza, sempre ele, empatou de cabeça. O Santos cresceu e criou três ótimas oportunidades, duas com Kléber Pereira e uma com Neymar. Não marcou. O castigo veio em seguida. Aos 27′, Robert marcou após bela jogada de Diego Souza, sempre ele. Aos 31′, Vagner Love roubou o gol de Robert e fechou o placar. Aos 42′, Sálvio marcou pênalti em Neymar, mas o bandeira Vicente Romano Neto avisou que a falta foi fora da área. Foi bem. Acertou.

A arbitragem foi muito boa no clássico.

Desta vez, o Palmeiras venceu e convenceu. Demorou uma hora para esquentar, é verdade, mas depois que tomou o gol, mostrou personalidade, poder de reação, raça e confiança. O líder abriu 5 pontos e devolveu a pressão para o São Paulo que joga em casa contra o Coritiba. O Palmeiras também tem um jogo perigoso em casa. Pega o Avaí.

Comentários

comments