Pular para o conteúdo

São Paulo vence e estabelece mais um recorde de público

São Paulo vence e estabelece mais um recorde de público

sp3x1coritibaO São Paulo venceu mas não convenceu.

O Coritiba deu mais trabalho que o esperado.

Apesar do placar, o Tricolor não teve o domínio do jogo.

Osório reconheceu na entrevista.

O treinador colombiano entrou com um time bastante ofensivo, escalou cinco que atacam muito e marcam pouco: Michel, Pato, Ganso, Luis Fabiano e Centurión. Coletivamente o Coritiba funcionou mais, individualmente o São Paulo decidiu o jogo. O placar só foi definido no último minuto, na última meia hora o jogo esteve indefinido.

Pato e Lucão foram os destaques na vitória.

O atacante fez dois. O zagueiro, além dos dois lançamentos nos dois primeiros gols, correu atrás de todo time do Coritiba junto com Tolói. A dupla de zaga hoje merecia bicho dobrado, principalmente no segundo tempo, quando correram e seguraram o resultado.

O jogo foi aberto.

O Coritiba teve a primeira oportunidade. Aos 8′ Marcos Aurélio bateu fora. O São Paulo não estava bem, não tinha posse de bola, estava ansioso, bem marcado, até que Lucão fez um belo lançamento, Pato dominou, levou na linha de fundo, cruzou e Centurión impedido abriu o placar.

Apesar do gol, o São Paulo não embalou. O Tricolor teve seu melhor momento a partir dos 39 minutos, quando Centurión fez o segundo gol, mal anulado. Desta vez o argentino não estava impedido. No último minuto, Lucão lançou, Pato marcou.

Ney Franco mexeu bem no intervalo. Colocou Negueba. Osório respondeu, colocou Matheus Reis. O garoto entrou mal, fez uma jogada maluca, precipitada, perdeu a bola e o time levou o gol pela lateral esquerda. Aos 15′ Negueba lançou, Ceni saiu, Marcos Aurélio chegou antes, driblou e diminuiu o placar.

O jogo pegou fogo.

Apesar da pressão o Coritiba não teve chances. Tolói e Lucão trabalharam dobrado. João Schimdt e Rodrigo Caio idem. Ganso saiu vaiado. Boschillia entrou, o time melhorou, Pato marcou e matou o jogo. No último lance Luis Fabiano dominou no peito, quando foi finalizar o árbitro apitou o final de jogo. Ridículo.

Arbitragem fraca.

O São Paulo colocou 59.612 pessoas no Morumbi. Este é o novo recorde do Brasileirão 2015. O público superou os 58.627 de São Paulo x Cruzeiro, recorde do Brasileirão em 2014. Mas o recorde na temporada continua sendo São Paulo x Cruzeiro pela Libertadores, com 66.214 pessoas.

Bom domingo.

Comentários

comments