Pular para o conteúdo

Diniz vai precisar do bicão na decisão?

Diniz vai precisar do bicão na decisão?

A vitória do São Paulo ontem no Maracanã comprovou mais uma vez que “o futebol não pode ser analisado só pelo resultado”. Como dizia Carlos Alberto Parreira: “O gol é apenas um detalhe”. Na época, poucos conseguiram entender a frase. Problema de quem não entendeu.

O Flamengo desperdiçou inúmeras oportunidades, poderia ter dado um passo importante na classificação. Gabigol fez diferença. Ceni também. A marcação alta do Mengão foi muito bem feita, o time pressionou a saída de bola do adversário, roubava, criava e desperdiçava. O São Paulo teve muita dificuldade na partida.

O Flamengo do Ceni não é mais o Flamengo do Domenec.

O São Paulo deu muita sorte. Normal. Faz parte do esporte. Não existe vencedor azarado. Só não dá para contar com a sorte na partida decisiva. É preciso jogar muito mais, dobrar a atenção na marcação e principalmente na saída de bola. Não dá para subestimar os jogadores experientes do Flamengo que sabem fazer a marcação alta, pressionar a defesa e roubar a bola na frente. Diniz não pode proibir o bicão na decisão.

Para esta partida, que tal adotar a filosofia “Bola pro mato que o jogo é de campeonato”?

Comentários

comments