Pular para o conteúdo

Rio Olimpíca

Rio Olimpíca

Rio-de-JaneiroÉ óbvio que o Brasil tem outras prioridades. O dinheiro que será gasto com os Jogos Olímpicos seria muito melhor investido em áreas como educação, saúde e saneamento. A cidade do Rio de Janeiro deveria resolver seus problemas sem a Olimpíada. Como diziam os moradores de Chicago, contrários a candidatura: “They play, we pay”. Os moradores de Chicago e Tokyo não queriam os Jogos. Nem por isso foram acusados de pessimistas “traidores da pátria”.

Mas agora, a discussão ser contra ou a favor é coisa do passado.

Olhando o lado positivo, o Rio de Janeiro é uma cidade que ama o esporte. Enquanto o Brasil é o país do futebol, a cidade maravilhosa é uma arena a céu aberto. A galera no Rio surfa, veleja,corre, pedala, rema, nada, voa,  joga bola, futvôlei, vôlei de praia… O carioca é um atleta por natureza. Apesar da criminalidade, a cidade merecia sediar os Jogos.

Quando vejo os políticos comemorando a oportunidade de lucrar com o desvio de verbas e com os dividendos eleitorais, fico enojado. Quando vejo Jackie Silva e Maurren Maggi falando de uma revolução nas escolas e da massificação do esporte, fico feliz. Acho uma ilusão, mas fico feliz pelos profissionais do esporte.

Como jornalista, sempre lutei para divulgar as modalidades olímpicas. Desde 1982, batalho nas redações de TV, levando imagens e programas esportivos. Participei do processo que levou o volêi de praia a tornar-se esporte olímpico, produzindo os vídeos que foram apresentados ao COI. Levei o tênis e o vôlei para a Jovem Pan. Continuo produzindo para o SporTV. Sou um apaixonado pelo esporte. Espero que a Olimpíada ajude o esporte brasileiro.

O movimento olímpico não fazia sentido sem uma Olimpíada na América do Sul.

Comentários

comments