Pular para o conteúdo

Brasil enfrentará Austrália na Copa Davis

Brasil enfrentará Austrália na Copa Davis

O Brasil terá um confronto duríssimo na estreia da Copa Davis em 2020. O time brasileiro enfrentará a Austrália, fora de casa, dias 6 e 7 de março. O vencedor se classifica direto para a fase final da Davis, que será novamente disputada em Madri em novembro de 2020. O perdedor vai para o Grupo Mundial I e voltará a jogar em setembro.

Os australianos nunca perderam para os brasileiros. O primeiro confronto aconteceu em 1955 na cidade norte-americana de Louisville, Kentucky. A equipe australiana, capitaneada por Harry Hopman, bateu o Brasil por 4×1. Os autralianos jogaram com Lew Hoad, Rex Hartwig e o lendário Ken Rosewall, ganhador de 8 títulos de Grand Slam em 16 finais disputadas. O Brasil foi representado por Jose Aguero, Ronald Moreira e Robert Falkenburg, norte-americano nascido em Nova Iorque, campeão em Wimbledom em 1948.

Gustavo Kuerten participou dos dois confrontos mais recentes. Em 2000, valendo pela semifinal da Copa Davis, o Brasil foi eliminado por 5×0, em Brisbane. A Austrália de Patrick Rafter e Lleyton Hewitt perdeu depois a final para a Espanha em Barcelona. Em 2001 o confronto foi realizado em Florianópolis com nova vitória da Austrália, desta vez por 3×1. Lembro bem da última partida. Hewitt bateu Guga no saibro de Floripa. Eu estava credenciado para entrevista exclusiva dentro da quadra. O australiano passou batido e preferiu não falar da sua emoção.

Hewitt sempre foi marrento. Fazia o estilo “bad boy”, vibrava com os erros dos adversários, e provocava muito com os gritos de C’mon… Chegou merecidamente ao topo do ranking. Lutava feito um leão. O garoto de Adelaide era muito raçudo. Eu curtia bem mais Patrick Rafter, super simpático, humano, genial dentro e fora das quadras.

 

Comentários

comments