Pular para o conteúdo

Ciro vota e dispara: ‘Não quero fazer campanha com o PT nunca mais’

Jarbas Oliveira/Estadão Conteúdo
Ciro vota e dispara: ‘Não quero fazer campanha com o PT nunca mais’
Ciro Gomes (PDT) não declarou apoio no segundo turno das eleições presidenciais

Um dia depois de dizer que não vai tomar lado no segundo turno das eleições presidenciais, Ciro Gomes se explicou. Minutos após votar em um colégio em Fortaleza, o ex-candidato do PDT, que, há três semanas, sinalizou oposição a Bolsonaro, afirmou ter tomado posição “desde a primeira hora”, mas também rasgou críticas ao PT.

“Eu não estou neutro, desde a primeira hora eu tomei posição. Eu só não quero fazer campanha com o PT, nunca mais”, declarou. “Meu caminho é o de fazer oposição, temos que desarmar essa bomba odienta que se instalou no País, essa polarização. Fez com que o Brasil parasse. Enquanto isso, temos milhões de pessoas endividadas e com o nome do SPC”, acrescentou.

Terceiro colocado no primeiro turno, Ciro Gomes viajou à Europa no início do mês e não declarou apoio nem a Bolsonaro, nem a Haddad. Há três semanas, o pedetista chegou a sinalizar oposição ao candidato do PSL ao dizer “Ele não!” em rápida conversa com a imprensa.