A Liga das Escolas de Samba de São Paulo anunciou nesta terça-feira (25) que as notas de um jurado do quesito Alegoria não serão lidas na apuração, que acontece nesta tarde.

Segundo comunicado, o jurado teve “comportamento inadequado” durante os desfiles. Ele foi visto dançando dentro da cabine durante o desfile da Acadêmicos do Tatuapé, na sexta-feira (21). O presidente da Liga, Paulo Sérgio Ferreira, afirmou ao G1 que o jurado Marco Antônio Neves Cardoso responderá na Justiça e sabia que não podia ter esse comportamento.

Com isso, o quesito Alegoria terá as notas de apenas três jurados e não terá descarte. Nos outros quesitos, serão lidas as notas de quatro jurados e a mais baixa será descartada.

A apuração do Carnaval de São Paulo começa às 16h e o primeiro quesito será Fantasia, seguido por Comissão de Frente, Samba-enredo, Harmonia, Evolução, Mestre-sala e porta bandeira, Enredo e Alegoria. O último quesito, utilizado como critério de desempate, será Bateria.