Idealizado pelo jogador de futebol Daniel Alves, o bloco Good Crazy estreou no carnaval neste domingo (23) na Avenida Faria Lima, na zona oeste da capital paulista. O desfile teve o cantor Seu Jorge e o DJ Malifoo como principais atrações. “Vai ser o meu primeiro carnaval no Brasil de verdade. A última vez, eu tinha 16 anos, não me dava por gente ainda. Passei na Bahia, disfarçadinho na ‘pipoca'”, disse o jogador do São Paulo, que fez dois gols na vitória de sábado. “Não podia vir aqui sem botar o meu bloco na avenida.”

O jogador afirmou que o bloco é feito junto de amigos, “quase uma família”, e, por isso, escolheu dois artistas próximos para se apresentarem. “A ideia é levar alegria. Foi no réveillon que começamos a planejar colocar o bloco. Antes já queríamos”, comentou ele, que quer levar o bloco para outras cidades.

“Penso que aqui (São Paulo) vai ser o melhor carnaval do Brasil, sem a menor dúvida. Não quer dizer que fique só por aqui. Também sou baiano, um dos carnavais que mais adoro é o da Bahia. Demos o pontapé por aqui.” O jogador teve a ideia do bloco no réveillon deste ano, quando realizou o primeiro evento da produtora FashMusic, na qual é um dos sócios. Para a festa de São João, em junho, prevê um camarote nas festividades de Campina Grande (PB), que também terá o nome de Good Crazy, apelido do jogador.

O Good Crazy é um dos 39 megablocos do carnaval de rua de São Paulo. Ao todo, 678 desfiles estão previstos na capital paulista, cuja programação começou em 14 de fevereiro e vai até 1° de março. Os grandes desfiles têm concentrado público e patrocínio, além de aumentar os custos de produção para blocos médios e tradicionais.

Após cerca de 1h30 de apresentação do DJ Malifoo, Seu Jorge começou a cantar por volta das 15h40. O clima de balada, com música eletrônica e emissão de jatos de gelo seco, mudou para o de um grande show na rua, de ritmos brasileiros.

O bloco atraiu foliões de fora da cidade, assim como torcedores do São Paulo. É o caso do estudante de Engenharia Civil Stefano Maneiro, de 21 anos, que improvisou um cartaz “ontem teve gol do Good Crazy” em cartolina com as cores do time, que jogou neste sábado e ganhou de 4 x 0 do Oeste.

“Fiquei sabendo que ele estaria e fiz o cartaz, já que não trouxe a camiseta do time”, disse o rapaz, que é de Piracicaba e está passando os quatro dias do carnaval na capital junto de amigos.”(O cartaz) também é um pouco uma provocação ao Flamengo ”

*Com Estadão Conteúdo