Durante a dispersão, o carro da Dragões da Real, terceira escola a se apresentar no Sambódromo do Anhenmbi em São Paulo, neste sábado (22), ficou preso aos fios de eletricidade da rua. O episódio atrasou em 1h o início do desfile da Mancha Verde, sua sucessora.

A suspeita é que os ventos e a chuva possam ter abaixado o fio, deixando a altura de saída menor do que a da entrada. Isso porque os demais carros alegóricos passaram pelo local sem problemas.

De acordo com o portal G1, não haverá punição porque o caso não interferiu nos desfiles.

O acidente, no entanto, causou um congestionamento por horas dos carros alegóricos que saiam do Sambódromo. O abre-alas da Dragões, por exemplo, só conseguiu deixar o local após quase 2h do ocorrido.