O cacique Raoni Metuktire, conhecido por ser porta-voz da causa indígena, comentou a polêmica sobre fantasias de índio no Carnaval. Em um evento em Salvador, nesta sexta-feira (21), ele afirmou que não vê problemas na prática.

“Não é por mal”, disse sobre as pessoas que se vestem de índio na folia. A fala foi traduzida por um intérprete. “Quem está fazendo, faz porque quer se enfeitar, adquirindo nossas vestimentas, nosso cocar, nossas coisas”, continuou. “Nós usamos objetos de vocês também, então é uma troca. Ele gosta e fica contente e alegre.”

A fantasia de índio virou uma das polêmicas do Carnaval porque muita gente acredita que isso seja apropriação da cultura indígena. No Rio de Janeiro, houve até um movimento para o fim do Cacique de Ramos, um dos blocos mais importantes do Carnaval carioca.

Pela primeira vez, o cacique Raoni vai participar do Carnaval de Salvador. Ele estará com o cantor Edu Casanova no Circuito Osmar (Campo Grande) no domingo (22) e segunda-feira (23).