Pular para o conteúdo

Pelé fez 80 anos. Como tem sido a relação das nossas celebridades com o agro?

Pelé fez 80 anos. Como tem sido a relação das nossas celebridades com o agro?

Pelé, o Atleta do século. Sem dúvida a celebridade número 1 a nível de percepção mundial do Brasil. Neste 23 de outubro fez 80 anos. Chegamos a usar o prestígio de reconhecimento popular mundial do rei do futebol? Muito pouco, ou quase nada. Dentro do país, tivemos alguns momentos de produtos de consumo como o café Pelé. Na Agroceres fizemos uma associação dos campeões de produtividade de milho com o campeão do futebol.

Pelé apresentava os agricultores campeões com a seguinte expressão: “com a bola no pé eu sou Pelé com Agroceres na plantação você é o campeão”. Mas, mesmo a celebridade Pelé não teve a devida utilização estratégica na comunicação brasileira com o mundo. Uma distância considerável para o que o país colombiano realiza espetacularmente com o personagem Juan Valdez no café.

E outras personalidades campeãs mundiais? Maria Ester Bueno no tênis – nada. Éder Jofre no boxe, nada . Ayrton Senna, nunca usamos. E os mais jovens, Guga no tênis, a Cooperativa Aurora usa e bem. No surf Italo Ferreira campeão mundial, Gabriel Medina ex-campeão mundial, nada. Agora vamos a Revista Forbes que publicou a lista das celebridades brasileiras mais influentes a nível popular.

Neymar, Paulo Coelho, Ivete Sangalo, Gisele Bündchen, Roberto Carlos, Anitta, Maísa Silva e na lista hoje 2020, lá continua o eterno atleta do século, o rei do futebol, o nosso Pelé. O agro brasileiro precisa aprender a se comunicar nacional e internacionalmente. Com certeza temos alguma dificuldade em conversar e conquistar as nossas celebridades populares mais influentes. Se não as conquistamos dentro do país, como iremos conquistar fãs influenciadores internacionais fora do país?

Comunicação, decifra-me ou te devoro! Feliz aniversário amigo Pelé, 80 anos para sempre. Ainda dá tempo, vamos reunir celebridades brasileiras sobre as boas práticas do agro. Nesse campo temos muita gente boa.

José Luiz Tejon para a Jovem Pan.

%d blogueiros gostam disto: