Pular para o conteúdo

Famílias agrícolas brasileiras são admiradas pela população de todo Brasil

Famílias agrícolas brasileiras são admiradas pela população de todo Brasil

Hoje me despeço da Rede Jovem Pan depois de cerca de 7 anos aqui no A Hora do Agronegócio todas as manhãs. São novos rumos, mas saio muito agradecido por toda a audiência de vocês e engrandecido pelo convívio com tão seletos ouvintes internautas e telespectadores e dos companheiros e colegas de altíssimo nível aqui da Jovem Pan. Muito obrigado a todos vocês.

Neste último comentário desejo enfatizar o que insistimos aqui sobre a importância de um planejamento estratégico de várias cadeias do agronegócio como frutas, por exemplo, hortaliças, setor lácteo, cacau, pescados, trigo, sucos, bebidas, bem como a indústria brasileira de alimentos e bebidas, a maior do Brasil, com o maior número de trabalhadores, a segunda do mundo na exportação de industrializados, além das nossas clássicas cadeias do café, soja, milho, madeiras, cítrus, algodão, feijão, arroz, cana de açúcar, e carnes. E a bioeconomia dos biomas e da Amazônia. Os supermercados brasileiros, 90 mil lojas, 27 milhões de pessoas todos os dias. Sem dúvida pontos de educação para a nutrição e a saúde humana.

Podemos dobrar o agro de tamanho sem cortar uma árvore. E o Brasil precisa dobrar o PIB de tamanho para que haja renda e dignidade de vida para todos. Nisso o cooperativismo, as cooperativas serão fundamentais.

Por último as famílias agrícolas brasileiras são as jóias mais importantes de todo esse sistema do agronegócio. As famílias agrícolas do Brasil trabalham, cuidam dos solos, de água, das plantas, dos animais, do meio ambiente. A população das cidades elegeu as famílias agrícolas como essenciais para suas vidas.

Cabe aos setores industriais, comerciais e de serviços em torno dos agricultores que os protejam, ofereçam um comércio justo aos agricultores, planejamento de longo prazo ao lado do governo, pois são as famílias agrícolas o lado mais frágil e exposto de todo complexo do agronegócio. Seguro, assistência técnica, acesso aos mercados, armazenagem, sinais de telecomunicação.

Deixem os agricultores em paz e com segurança para produzir e prendam os ilegais, ilegais não são os agricultores, são criminosos. O Brasil criou uma riqueza a partir de sua agricultura com a Embrapa, universidades,  agroindústrias, cooperativas e um comércio que com todas as dificuldades competitivas consegue abastecer a população e exportar para 190 países do mundo.

O povo brasileiro é espetacular. Somos perfeitos? Não. Vamos nos aperfeiçoar, eu tenho certeza. Deixo como sugestão de leitura para todos um livro de Jorge Caldeira, Júlia Maria Sekula e Luana Shabib: “Brasil paraíso restaurável” (foto). Eu acredito! Quanto maior o incômodo maior o poder da solução.

Imenso abração Brasil!

José Luiz Tejon

Muito obrigado Jovem Pan!

%d blogueiros gostam disto: