Pular para o conteúdo

Precisa salvar o etanol nacional

Gratispng.com
Precisa salvar o etanol nacional

Saúde será o nome que reinará no pós Covid-19. Isso significa uma imensa oportunidade para todo o agronegócio, porém o preço das oportunidades será da nossa liderança, extrair as melhores qualidades. Nunca dependemos tanto de liderança como nesta gigantesca crise. Saúde passa a representar não apenas a segurança sanitária da proteína animal, desde a originação dos grãos, da própria ração, com rastreabilidade do produtor ao consumidor.

Mas essa saúde envolverá meio ambiente, enquanto que a Covid-19, este gene mutante, será dominado com vacinas e ciência microscópica. A grande saúde planetária, a da terra como um todo, exigirá educação, consciência e lei contra os criminosos ilegais, ou seja, gestão macroscópica.

Temos no Brasil uma possibilidade espetacular de nos apresentarmos ao mundo para a próxima onda da saúde global com o etanol, o biodiesel, o uso da biomassa para gerar energia. Temos no Brasil o patrimônio vivo da Amazônia, que em pé valerá trilhões de dólares e dignidade para todas as vidas presentes e futuras. Se tivermos inteligência e liderança.

Precisamos organizar desde já o plano de resgate e de salvação nacional. Liderança de um Brasil só, de todas as famílias brasileiras, não as de algumas versus as outras. Saúde global o nome do novo agro mundial e o Brasil com energia limpa e o único país com nome de árvore no mundo de novo, imenso e único potencial.

Mas que tal aqui e agora resolvermos a grave questão dos estoques de etanol, um investimento pertinente e inteligente, para logo mais? Daqui a pouco podermos vender saúde ambiental na forma de agroenergia sustentável, renovável e saudável. Precisamos dentro de um plano de salvação nacional, coisa obrigatória, incluir dentre outras prioridades o salvamento da agroenergia brasileira.

Hora do novo agronegócio. Precisamos de liderança saudável e inteligente para um agro cada vez mais sinônimo de saúde global. A ministra Tereza Cristina é exemplar, mas sozinha não conseguirá. Demais líderes, hora de lutar juntos e parar de se vitimizar.

José Luiz Tejon para Jovem Pan.

%d blogueiros gostam disto: