Pular para o conteúdo

O mundo é um agronegócio global

Fonte: TCA Internacional
O mundo é um agronegócio global
Tejon em Nantes, França

Olá pessoal! Esse comentário para a Jovem Pan, agora direto da França. Estamos aqui na Universidade da Audência, em Nantes, convivendo com alunos do mundo inteiro e passando uma visão sobre o agronegócio aqui do ponto de vista não só da Europa, mas numa comunidade de jovens chineses, indianos, asiáticos, africanos, latino-americanos e como é legal, a gente observar o Brasil daqui. Aí deve estar quentinho e aqui está gostoso, frio de cinco graus, com ventos, essas coisas.

Agora o que a gente já observou aqui ao chegar do agronegócio? A China é imensa, além desse problema do coronavírus, que é um problema que também afeta os animais, porque a ração acaba não chegando nas áreas que foram isoladas, isso provoca também a morte de aves, de suínos. A peste suína africana dizimou quase um terço do rebanho chinês. E o que está acontecendo? A indústria, os processadores, a agroindústria chinesa de derivados de suínos, por exemplo, passou a vir buscar porcos aqui na Europa.

E a indústria europeia, que precisa de porco para fazer todos os seus derivados, está encontrando dificuldades de suprimento e mais, preços altos. E os produtores europeus estão passando a vender, também, lá para a China porque eles estão atrás de melhores preços para os seus produtos. Ou seja, é interessante observar o porte e a dimensão chinesa, o impacto que ela tem no mundo, é US$ 15 trilhões o PIB da China, é o segundo maior do planeta e qualquer coisa que acontece lá interfere no supply chain, na cadeia produtiva do mundo inteiro.

Então, a indústria europeia que sempre teve uma certa segurança e uma certa facilidade nos suprimentos a partir daqui, dos programas que são também subsidiados pelos europeus, agora está reclamando, botando a boca aí para reclamar, porque  produtores europeus estão vendendo para a China o que eles esperariam que vendessem aqui para a indústria europeia, ou seja, não tem jeito. O mundo é um agronegócio global e o Brasil tem muita coisa e muita oportunidade para tirar disso. Então aqui direto de Nantes, da Audência, na França.

José Luiz Tejon, para a Jovem Pan

%d blogueiros gostam disto: