Pular para o conteúdo

Agronegócio é essencial, e a ministra Tereza Cristina é a voz do agro.

Fonte: LinkedIn
Agronegócio é essencial, e a ministra Tereza Cristina é a voz do agro.
Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

A ministra Tereza Cristina tem juízo! Ouvindo distintas lideranças do agronegócio, em meio à crise coronavírus, ouço e vejo coisas estranhas. Por exemplo, não há dúvida de que o agronegócio é essencial. Abastecimento, transporte agora escoar safras, uma safra recorde. Viva o Brasil.

Portanto onde ocorre impedimento de logística, obstrução da passagem dos insumos e das mercadorias das cadeias produtivas do agro, todas elas, está errado. Não pode acontecer. Portanto precisa agir imediatamente fazendo prefeitos e segmentos das cadeias produtivas liberarem sob procedimentos sanitários e da ciência o fluxo do agronegócio. Protocolos para o trabalho dessas pessoas envolvidas no agro.

Agora por que algumas lideranças vão se meter na discussão do isolamento vertical ou horizontal, no libera tudo, por exemplo, e vão se alinhar com grupos e interesses políticos partidários nessas movimentações? Por quê?

O ministro Luiz Henrique Mandetta, da Saúde, determina a ciência e a saúde. O ministro Paulo Guedes, da Economia, disse anteontem em um debate via a consultoria XP, assistida por cerca de 50 mil pessoas, que o seu diálogo com o Mandetta é excelente e essa discussão sobre saúde e economia será tratada a luz da ciência, do bom senso de ambas as visões, com dados e racionalidade.

Então, se Mandetta e Guedes se entendem, se a ministra Tereza Cristina da mesma forma foi citada como ótima interlocutora do agronegócio. Fica aqui minha indagação, quem fala em nome do agronegócio brasileiro? Para mim e para muitos é a ministra Tereza Cristina, ou alguém tem dúvida? Presidente Bolsonaro quer tratar do agro, além de diversas entidades, com amplitude de largo espectro na visão. Não tenha dúvida. Ministra Tereza Cristina em primeiro lugar.

A Hora do Agronegócio é essencial. Não parou e não vai parar. Outras questões deixem a ciência e a união dos ministros Mandetta, Guedes e Tereza livres para a melhor inteligência sobre a questão. Política partidária agora não.

José Luiz Tejon  para Jovem Pan.

 

%d blogueiros gostam disto: