Pular para o conteúdo

O que os chineses pensam do agro brasileiro?

Fonte: Gratispng
O que os chineses pensam do agro brasileiro?

Ministra Tereza Cristina passando pela China, presidente Bolsonaro indo para a China, e qual a percepção dos stakeholders chineses sobre o agro do Brasil?

No próximo dia 28 de outubro temos um encontro muito especial na FIA-USP, Nações Unidas, em Pinheiros,  com o PENSA, Programa de Estudos dos Negócios do Setor Agroindustrial, onde apresentaremos uma pesquisa de percepção realizada especialmente para este evento, com o título: Percepção de stakeholders chineses sobre o agronegócio brasileiro – foco na proteína animal.

A pesquisa foi realizada pela agência Onstrategy Europe de Portugal, com a Biomarketing do Brasil  e será apresentada no próximo dia 28 de outubro, na abertura da série: Comunicação, decifra- me ou te devoro.

Os stakeholders investigados na China são seis: o varejo chinês, os restaurantes,  autoridades políticas, autoridades econômicas, os traders e a mídia chinesa. Somos vistos como grandes e audaciosos por superarmos a geografia e chegando na China,  porém distantes de sermos o melhor na percepção dos públicos investigados.

Somos mais bem percebidos nos traders, porém esse grupo vê na carne o ângulo financeiro. Com relação à mídia chinesa, os jornalistas, há uma enorme distância que nos separa de percepções como inovação e qualidade. Não temos na mídia chinesa embaixadores do Brasil. E sobre confiança? Confiança de origem? Qual a sua opinião sobre o que os chineses pensam do Brasil?

O professor Cláudio Pinheiro Machado da USP , coordenador do PENSA, estará ao nosso lado com convidados debatedores como Marcello Brito,  presidente da Abag, Rodrigo Mesquita, jornalista, Geraldo Alonso, presidente do Conselho da ABMR&A, Álvaro Machado Dias, especialista em neurociência, Juliana Grazini, do Instituto Verakis, Daniela Ferreroni Senior, manager da Basf, aprofundando o desafio da comunicação.

O tema hoje mais fundamental para o país e para o agronegócio e alimentos brasileiros está depositado na inteligência comunicacional que precisamos desenvolver.

Esse estudo da Onstrategy Europe/Biomarketing Brasil, especial para o seminário PENSA-FIA, é uma peça essencial para que possamos ter uma consolidação de um plano de comunicação integrado e bem sucedido. Uma pesquisa que precisa anteceder o que deveríamos fazer em todos os mercados nossos clientes.

A Hora do Agronegócio e alimentação, dia 28 de outubro. Inscreva-se gratuitamente no site da FIA-PENSA-USP. Seminário Comunicação, decifra-me ou te devoro. Vagas gratuitas e limitadas. O evento será também transmitido online. Vamos dialogar e conversar melhor com o dragão chinês .e com todos os mercados internacionais. Comunicação, decifra-me ou te devoro. Consolidação da comunicação, o desafio.

José Luiz Tejon para Jovem Pan

%d blogueiros gostam disto: