Pular para o conteúdo

Design Thinking: cultura da inovação com mais transdisciplinaridade

Fonte: TCA Internacional
Design Thinking: cultura da inovação com mais transdisciplinaridade

Design Thinking significa uma cultura da inovação transitando através muito mais da transdisciplinaridade do que da interdisciplinaridade. Representa uma montagem, construção de saberes, ciências e tecnologias que já existiam mas que não estavam reunidas até então. Uma colcha de retalhos que, se bem costurada, forma um produto, uma tecnologia nova.

Agricultura 4.0, por exemplo, significa a integração da ciência da computação com telecomunicação e a mecânica das máquinas. Dessa forma máquinas agrícolas deixam de ser máquinas e se transformam em robôs, com inteligência artificial embarcada. Mas como continuar construindo inovação no agro?

Um Agro Design Lab foi realizado com jovens e mulheres do agro para obter de produtoras e de jovens rurais quais ideias poderiam e deveriam fazer parte de um projeto de design thinking. As principais visões estratégicas saídas dessas salas de Agro Design Lab, coordenadas por professores de design e designers, aponta para uma necessidade de gerar informação confiável.

Existe hoje no mundo, e também no agro, um grande receio de informações falsas, fakes e desconfiança. Promover conscientização e uma necessidade de uma comunicação muito mais próxima e assertiva do campo. Esses laboratórios, realizados dentro do Congresso Nacional das Mulheres do Agro e do Movimento Internacional dos Jovens, tiveram as seguintes ações mapeadas: desenvolver novas atitudes, por exemplo, contra o desmatamento, buscar certificações verdes, olhar para as novas gerações, aprofundar o comprometimento, a diversidade, presar pelo humano e cuidar da saúde das pessoas.

O Estado não mais como provedor da mudança e sim investimentos diretos nacionais e estrangeiros. Diplomacia agroambiental, fomentar pesquisas, da mesma forma fomento às boas práticas como ILPF (Integração Lavoura, Pecuária e Floresta), plantio direto, logística reversa, gestão hídrica e o novo agronegócio não será apenas inteligência artificial, será a perfeita reunião dos algoritmos com a inteligência humana.

Temos um país com cerca de US$ 2 trilhões. Precisamos e podemos duplicar o tamanho do PIB brasileiro. Para que isso aconteça, o agronegócio tem de ultrapassar US$ 1 trilhão em, no máximo, 10 anos.

Design Thinking na cuca. Ótima experiência. O Agro Design Lab dobra o agro Brasil.

A Hora do Agronegócio e alimentos.

José Luiz Tejon para a Jovem Pan.

%d blogueiros gostam disto: