Pular para o conteúdo

Criada A5 Alliance: união das 5 principais Escolas de Ciências Agrárias do mundo

Fonte: Divulgação Esalq
Criada A5 Alliance: união das 5 principais Escolas de Ciências Agrárias do mundo
Fonte: Divulgação Esalq

Hoje, em Piracicaba, tem início a Esalq Show, um encontro anual onde a academia, com os estudantes e diversos especialistas debatem temas contemporâneos e desafios mais estratégicos do agronegócio.

O professor Durval Dourado, diretor da Esalq, nos informou que foi criada a A5 Alliance, uma aliança entre as cinco principais escolas de ciências agrárias do mundo, para ação cooperada em temas fundamentais de forma conjunta.

Em São Paulo, ocorreu o primeiro dia do 4 Congresso Nacional de Mulheres do Agronegócio, com 1.900 mulheres, casa lotada, e o 1 Movimento Internacional de Jovens do Agro, Yami.

Cadeias produtivas foram debatidas e no algodão foi apresentado as exigências dos consumidores sobre sustentabilidade, consumo de água, e a impossibilidade de não haver por parte de uma empresa um compromisso com os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU.

Na abertura, o embaixador Rubens Barbosa, hoje presidente da Abitrigo, da mesma forma acentuou que o assunto sustentabilidade faz parte de uma inexorável condição estratégica comercial, superando em muito e muito acima da pauta política.

Três cases foram apresentados de inovação sob a visão de design thinking, com performance e desempenho competitivo em padrões dos mais evoluídos internacionalmente, com a cooperativa Castrolanda, a Agrorex, no leite e a batata Bem Brasil que significa 40% da batata industrial brasileira, vindo desde a lavoura até a mesa.

A cooperativa Aurora, da mesma forma, passou o seu número atual de faturamento do sistema todo da Aurora Alimentos, atingindo 21 bilhões de reais, com 100 mil famílias envolvidas, crescendo nos últimos anos 14% ao ano. E revelou seu vice-presidente, Neivor Canton, que os clientes da Aurora hoje estão mais preocupados em visitar os cooperados, onde é feita a criação de suínos, aves, leite, do que tanto olhar para relatórios de auditorias.

Ou seja, o que aprendemos nesta terça-feira (8), no maior Congresso de Mulheres do mundo, foi uma jornada voltada para consciência, educação e comunicação, e aprimoramento dos recursos humanos.

Agronegócio, o negócio do Brasil!

José Luiz Tejon para a Jovem Pan.

%d blogueiros gostam disto: