Pular para o conteúdo

Convocação

Convocação

Tite convocou a seleção brasileira para os primeiros jogos do ano. A única grande novidade é Gabriel Menino do Palmeiras como lateral-direito. Vamos analisar cada posição:

Goleiros: Alisson é o titular e um dos melhores do mundo. Os convocados Weverton e Santos normalmente estarão na disputa pela terceira vaga da posição com Ivan da Ponte Preta. Ederson deve retornar nas próximas listas e é o reserva imediato.

Laterais: na direita está a maior carência no grupo. Danilo é um bom jogador, mas longe de ser o cara para chegar e tomar conta da posição. Daniel Alves, se não estivesse machucado, o provavelmente ainda seria o titular. Gostei da convocação de Gabriel Menino, jovem e talentoso e a justificativa de Tite de usar um lateral construtor encaixa exatamente com o que é feito com Daniel Alves. Fágner parece que perdeu espaço, só foi chamado uma vez depois da Copa América. Emerson e Dodô podem ser opções para futuras convocações.

Na esquerda, Renan Lodi terá a chance de assumir de vez a posição de titular. Alex Sandro está machucado e não aproveitou tão bem as oportunidades. Alex Telles é uma ótima lembrança, tem bola para permanecer, mas Lodi que já tem sido convocado, larga na frente na disputa pela posição. Marcelo não joga na seleção desde a Copa da Rússia e Filipe Luís não foi convocado depois da Copa América. Parecem descartados no momento.

Zagueiros: Thiago Silva segue no grupo, terminou a temporada em alto nível e agora está na Premier League. Marquinhos é o titular ao seu lado. Nas outras duas vagas, briga aberta e boa. Militão, presença constante na lista, está machucado. Os convocados Felipe e Rodrigo Caio se encaixam muito bem no que Tite gosta, zagueiros rápidos e técnicos. Imagino que Diego Carlos e Gabriel Magalhães possam entrar nesta disputa.

Meio-campo: Casemiro e Fabinho estão consolidados. Bruno Guimarães tem tudo para entrar e não sair mais, talvez até como titular na vaga de Arthur, este terá que jogar muita bola na Juventus para recuperar seu espaço. Douglas Luiz foi convocado e tem qualidade para permanecer, mas a concorrência é boa na posição, jogadores como Allan, Fred, Gérson, Matheus Henrique e até o garoto Patrick de Paula têm qualidade para entrar nesta briga.

A posição de meia é mais complicada. Coutinho, permanece apesar de não estar tão bem. Não conseguiu ser titular absoluto ainda no Barcelona e nem na passagem pelo Bayern, mas tem qualidade e a confiança de Tite. Éverton Ribeiro merece a convocação, joga em alto nível com regularidade, mas rende melhor da direita para o meio, é uma vaga ainda bem aberta no grupo. Paquetá precisa melhorar no Milan para recuperar seu espaço. Pensando no time titular, Neymar e Firmino também podem jogar como meias, caso Coutinho não renda bem com regularidade.

Atacantes: Neymar, Gabriel Jesus, Firmino, Everton Cebolinha e Richarlison estão sempre na lista quando estão disponíveis. Cebolinha e Richarlison aproveitaram bem as oportunidades que receberam, mas não os vejo como garantidos, precisam sempre manter o alto nível para permanecer e não abrir disputa. Rodrygo foi o escolhido para a última vaga. O jogador é jovem, talentoso e titular com frequência no Real Madrid. Além disso, Rodrygo joga pelo lado direito, posição carente na seleção, inclusive muitas vezes ocupada por Gabriel Jesus ou Richarlison que são jogadores que se sentem mais a vontade pelo meio. Bruno Henrique e Gabigol que estavam na convocação de março dependem muito do desempenho do Flamengo para ganharem espaço na seleção, vejo mais dificuldades para Bruno Henrique que não é exatamente um ponta, rende melhor até mais perto da área com uma liberdade de movimentação que já não tem no Flamengo atual. Jovens como Vinícius Júnior, David Neres, Matheus Cunha e Antony podem ser opções futuras, dependendo do rendimento. O trio titular para o início das Eliminatórias deverá ter Gabriel Jesus, Neymar e Firmino.