Pular para o conteúdo

Criticar Cássio e Fágner é o fim da picada. Se eles não servem, quem merece aplausos no Corinthians? Araos, Everaldo e CIA?

Criticar Cássio e Fágner é o fim da picada. Se eles não servem, quem merece aplausos no Corinthians? Araos, Everaldo e CIA?

Cássio e Fágner são dois ícones no Corinthians.

Gostam do clube, anos de casa e títulos. Sempre falo que título é o que marca a carreira de jogador e técnico. Entra pra história quem ganha e quem tem foto na parede.

Os dois têm.

E foram desrespeitados.

Parte da uniformizada derrapou de muito indo ao aeroporto e cobrar Cássio, um dos maiores da história desde 1910.

Conquistou nove títulos, sendo quatro campeonatos Paulista (2013, 2017, 2018 e 2019), os Brasileiros de 2015 e 2017, Copa Libertadores e o Mundial de Clubes de 2012 e Recopa Sul-Americana de 2013. Se tivesse conquistado o Paulistão seria o maior campeão da história do Corinthians, igualaria Marcelinho Carioca com dez títulos. Bateu na trave. Entrou no top-10 de jogadores com mais jogos com a camisa alvinegra e vai superar ainda mais marcas.

Fágner é outro que merece um tratamento diferente. Jogador de Copa do Mundo e um dos melhores na posição. Campeonato Brasileiro em 2015 e 2017. Faturou o Campeonato Paulista em 2017, 2018 e 2019. Não perdoaram nem o filho do atleta. Um tremendo golpe baixo.

Se o futebol fosse sério e não houvesse tanto “rabo preso”, um atitude bem séria deveria ser tomada contra a uniformizada. Dentro dela, certamente sabem quem foi o responsável por essa imbecilidade.

Isso gera desconforto no jogador e no clube. E vou além. Pelo “tamanho” dos dois jogadores hoje, se perderam o sabor de jogar pelo Corinthians, deveriam pedir pra sair.

Igual a um casamento, perdeu-se o respeito. Acabou a relação.

Com certeza, os especialistas em futebol que fizeram esses atos contra Cássio e Fágner, vão ficar muito mais felizes com os dois longe do clube. Aí poderão ver o talento dos possantes Araos, Sidcley e CIA…

Me siga nas redes sociais. Twitter:  @spimpolo   e Instagram :  @marcio.spimpolo