Pular para o conteúdo

Jogador de futebol continua dando mau exemplo e não se cuidando como deveria

Jogador de futebol continua dando mau exemplo e não se cuidando como deveria

Jogador de futebol pensa mesmo que vive num mundo à parte. Acima do bem e do mal. Pensa não, ele têm absoluta certeza disso.

Desde março a gente tem falado sobre vacilos e escorregões no mundo da bola. E parece não ter fim. Jogador vive derrapando e não se cuidando.

Thiago, Kieza, Camutanga e Diego Silva, atletas do Náutico, são a bola da vez. Foram flagrados nos últimos dias em festas com imagens divulgadas nas redes sociais.

Obviamente, descumprindo os protocolos de prevenção e segurança de Covid.

O Náutico se pronunciou e vai punir o quarteto. Já foram separados do restante do elenco e vão treinar isolados, buscando minimizar chance de contágio do novo coronavírus entre funcionários, caso os jogadores manifestem infecção nesse período.

Internamente, diretoria também está tomando medidas administrativas que não serão anunciadas.

Aí vai ter gente falando que fora do ambiente de trabalho cada um faz o que quer. Não concordo. Num momento de pandemia, jogador de futebol é exemplo pra crianças e torcedores. São espelhos pra muitos da sociedade.

Por isso defendo os mesmo cuidados pra atores, cantores, jogadores e qualquer pessoal pública. Uma postagem em rede social pra milhões de seguidores numa festa sem proteção e com aglomeração pode ser motivo pra quem clicar e “curtir” a postagem achar que pode fazer igual.

É hora de pensar no coletivo e não somente no individual.

Thiago, Diego Silva e Camutanga clicaram fotos e gravaram vídeos em uma casa de show, localizada na Zona Oeste do Recife, sem o distanciamento social recomendado, cercados por pessoas em meio à aglomeração e não faziam uso da máscara.

Kieza é até pior. Não está jogando alegando contusão, mas também foi flagrado por um perfil do Instagram caindo na noite e sem máscara.

Não é a primeira e não sera a última vez que nos deparamos com episódios envolvendo jogadores de futebol. Pela fama e dinheiro, acham que podem fazer tudo o que bem entendem e que estão imunes aó vírus.

O problema é que podem levar a doença pra dentro do vestiário, colocando em risco a vida de técnicos, massagistas, diretores e outros profissionais de mais idade e que podem ter doenças importantes.

Consciência pessoal…