Pular para o conteúdo

Reality que originou ‘No Limite’, ‘Survivor’ discute caso de assédio em episódio histórico

Reprodução
Reality que originou ‘No Limite’, ‘Survivor’ discute caso de assédio em episódio histórico
Kellee e Dan: protagonistas de uma acusação de assédio no reality

Um dos realities mais antigos no ar nos Estados Unidos, “Survivor” conseguiu despertar importantes discussões ao longo dos anos. Há algumas edições, por exemplo, um participante revelou para todos os companheiros que um colega era transexual e foi achincalhado por sua virulência. Um debate nacional sobre violação de intimidade foi gerado. Agora, em sua 39ª edição, o programa se vê novamente envolto em polêmica, dessa vez por causa de uma acusação de assédio.

Para entender: já no primeiro dia, Kellee Kim reclamou do excesso de toques de seu colega, Dan Spilo. Segundo a participante, o companheiro invadia seu espaço o tempo todo tentando abraçá-la, passar a mão em sua cintura, deitar em seu colo. Os dois conversaram. Ela pediu distância. Ele se desculpou. Ao longo dos episódios, no entanto, ficou claro que outras mulheres se incomodaram pela mesma razão. O que culminou no capítulo desta semana, com uma hora e meia de duração e intervenção dos produtores.

Kellee e suas amigas decidiram se unir para votar contra Dan. Em um dos depoimentos, a concorrente afirma que é difícil vir a público com esse tipo de incômodo porque ele sempre traz alguma consequência negativa para quem denuncia, seja na vida real ou no jogo. A produção se oferece para intervir e chega, posteriormente, a reunir o elenco todo para falar sobre respeitar o espaço e o corpo alheio. Dan recebeu uma advertência formal.

Para choque geral, alguns participantes – incluindo duas companheiras de Kellee – resolvem tirar proveito da situação para eliminar a jogadora. Duas participantes, Missy e Elisabeth, depois de confirmarem que ficavam incomodadas para as colegas, na câmera disseram não se sentir ameaçadas. Elisabeth chega a afirmar que usará isso a seu favor no jogo. Por mais que o assunto tenha sido discutido, chama atenção que Kellee, a vítima, acabe sendo eliminada, sob olhar irado do homem a quem acusou de assédio.

Mais velha do programa, Janet deixa claro que não se trata de uma questão moral e também vira alvo de colegas. Numa reunião para a próxima eliminação, o assunto volta a ser discutido e alguns homens, como Aaron, dizem que a questão não era séria, uma vez que eles teriam sido informados. Jamal intervém dizendo que mulheres podem partilhar essas histórias apenas entre elas e só tornar público quando se sentirem seguras. Surpreendentemente, Jamal é eliminado em votação também.

Nas redes sociais, a revolta é grande. “Survivor” tem sido acusado de leniência com o assédio. Resta saber se os números de audiência dessa edição – e o faturamento – seguirão os mesmos.