Pular para o conteúdo

Saiba onde chegaria o “time de emprestados” do Corinthians no Brasileirão; confira as escalações

Montagem sobre fotos
Saiba onde chegaria o “time de emprestados” do Corinthians no Brasileirão; confira as escalações

O Corinthians nesse momento tem 20 jogadores emprestados a outros clubes. Alguns já foram badalados, outros nem tanto, e vários são aquisições que pouca gente entende. Mas o objetivo desse post não é abordar a filosofia de contratações do clube, e sim tentar imaginar como seria a participação do “time de emprestados” do Corinthians caso ele disputasse a Série A do Brasileirão.

Antes de escalar o time, vamos ao elenco dos emprestados: Yago (Botafogo), Del’Amore (Londrina), Rodrigo Sam (Ituano), Moises (Botafogo), Guilherme Romão (Oeste), Jean (Botafogo), Camacho (Atlético-PR), Felipe Bastos (Sport), Marciel (Ponte Preta), Warian (Atlético-GO), Giovanni Augusto (Vasco), Guilherme (Atlético-PR), Marlone (Sport), Lucca (Inter), Luidy (Ceará), Bruno Paulo (CRB), Marquinhos (Bragantino), Gabriel Vasconcelos (Ponte Preta), Gustagol (Fortaleza) e Carlinhos (Oeste).

Ps.: Como o Corinthians não tem goleiros emprestados nesse momento, pedirei ajuda ao jovem Filipe, quarto goleiro dos profissionais.

Time 1 | Formação: 4-2-3-1

O 4-3-2-1 será o esquema padrão do “time de emprestados”, já que essa foi a formação mais utilizada nos últimos dois anos.

Nessa equipe, Camacho está improvisado pela direita, uma vez que ele já foi testado por Carille no setor. Ele teria como reserva o jovem Warian, que é meia de origem, mas também atua como lateral-direito e zagueiro. A dupla de zaga mais forte, dentre as opções, seria formada por Yago e Del’Amore. Rodrigo Sam seria o substituto. Na esquerda, Moisés é o titular. Não foi bem no Corinthians, mas fez bons jogos no Botafogo. No setor, Guilherme Romão seria alternativa, ou mesmo Marciel, improvisado.

No meio, Bastos atuaria ao lado de Marciel, com Jean no banco como opção. Os pontas seriam Marlone e Lucca, que, apesar de não terem brilhado no Corinthians, já tiveram bons momentos em suas carreiras. Luidy e Bruno Paulo ficariam como reservas para a posição. A referência não poderia ser outra senão Gustagol. O atacante, que até tatuou o amor pelo Timão, vem jogando bem no Fortaleza. Em sua ausência, o time de emprestados ainda contaria com Carlinhos ou Gabriel Vasconcelos.

Time 2 | Formação: 4-1-4-1

Uma segunda alternativa, seria o esquema 4-1-4-1, o preferido do técnico Tite. Nesse caso, Marciel seria sacado e daria lugar a Jean, que tem mais poder de marcação e seria o volante à frente da zaga. Além disso, Felipe Bastos seria adiantado e jogaria centralizado ao lado do Guilherme.

Time 3 | Formação: 4-2-4

Caso o “time de emprestados” dos Corinthians quisesse jogar sem centroavante, Gustagol poderia dar lugar ao Giovanni Augusto, que entraria aberto pela ponta. Com isso Guilherme seria adiantado, e Lucca, centralizado. Marlone ocuparia a outra ponta.

Particularmente, acho que esse elenco, bem armado, conseguiria lutar na metade de cima da tabela do Brasileirão. E você, leitor? Deixe nos comentários sua “escalação dos emprestados” e opine até onde esse time conseguiria chegar na Série A.

 

Me siga também no Twitter: @ranieri_andre

Escute minhas matérias no SoundCloud clicando AQUI